quinta-feira, 2 de Setembro de 2010

REVOLUÇÃO FRANCESA

REVOLUÇÃO FRANCESA
RESUMO
REVOLUÇÃO FRANCESA (1789)
Condicionalismos e factores:
-Divulgação das ideias iliministas
-Influência da Revolução Americana
-Crise económica-financeira
-Desequilíbrio e tensões sociais
-Descrédito do rei Luís XVI e do seu regime
Levam à Revolução Francesa (1789)
ÍNICIO: Estados Gerais (5 de Maio de 1789)- Três estados- NOBREZA, CLERO e TERCEIRO ESTADO
Etapas fundamentais da Revolução
1ª- MONARQUIA CONSTITUCIONAL- poder da burguesia
2ª- CONVENÇÃO- poder popular
Golpe de estado- 9 do Termidor de 1794
3ª- DIRECTÓRIO- consolidação do poder da burguesia
Golpe de estado- 18 do Brumário de 1799
FIM da Revolução Francesa

-CONSULADO (1799)
-IMPÉRIO (1804-1814)
Revolução Francesa - Parte 01 de 14


Revolução Francesa - Parte 02 de 14


Revolução Francesa - Parte 03 de 14


Revolução Francesa - Parte 04 de 14


Revolução Francesa - Parte 05 de 14


Revolução Francesa - Parte 06 de 14


Revolução Francesa - Parte 07 de 14


Revolução Francesa - Parte 08 de 14


Revolução Francesa - Parte 09 de 14


Revolução Francesa - Parte 10 de 14


Revolução Francesa - Parte 11 de 14


Revolução Francesa - Parte 12 de 14


Revolução Francesa - Parte 13 de 14


Revolução Francesa - Parte 14 de 14 (FINAL)


1789
ESTADOS GERAIS ( 5 de Maio )-Reunião das três ordens sociais: Nobreza, Clero e o Terceiro Estado (povo)
-PROBLEMA: Sistema de votação ( Voto por ordem ou voto por cabeça?)- voto por ordem (3) beneficia a Nobreza e o Clero e o voto por cabeça (cada deputado um voto) beneficia o Terceiro Estado.
-Ninguém se entendeu
- O terceiro Estado- que representa 98% da Nação- declarou-se em Assembleia Nacional.
-Juramento do Jogo da Péla:- O Terceiro Estado jurou não se separar até vque fosse elaborada uma CONSTITUIÇÃO.
- O rei cedeu e ordenou que a Nobreza e o Clero voltassem à reunião.
Assembleia Nacional Constituinte (9 de Julho): Objectivo: Elaborar uma Constituição.
- O Rei dá o dito por não dito e manda avançar as tropas sobre Paris.
- O povo de Paris salva a Revolução.
TOMADA DA BASTILHA (14 de Julho)- prisão fortaleza.
A Revolução alastra-se por toda a França.
- Abolição dos privilégios feudais (4 de Agosto)
- Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (26 de Agosto)
- CONSTITUIÇÃO 1791- Sufrágio censitário
1ª fase: MONARQUIA CONSTITUCIONAL
Assembleia Legislativa (Outubro 1791)
Invasão da França por tropas da Prússia e da Áustria
Em Paris a situação torna-se explosiva. Os Sans-cullotes acusam o Rei Luís XVI (que já tentara abandonar o país) de estar aliado com os invasores.
A 10 de Agosto de 1792 ( O Rei é feito prisioneiro pelo povo de Paris)
A Assembleia Legislativa vota a suspensão do rei e convoca uma nova assembleia.
É o fim da 1ª fase da Revolução Francesa que teve um carácter burguês.
2ª fase: REPÚBLICA POPULAR E DEMOCRÁTICA
Convenção(1792-1794)
A Convenção, a nova assembleia, eleita por um sufrágio universal, reuniu-se pela primeira vez em 2o de Setembro de 1792 e no dia seguinte proclamou a REPÚBLICA.
3 Partidos: Os MONTANHESES (o grupo mais à esquerda e os GIRONDINOS (o grupo mais à direita) e a PLANÍCIE
-Os Montanheses ou Jacobinos- MARAT, DANTON e ROBESPIERRE- dominaram este período.
- Luís XVI é condenado por traição à pátria e morto na guilhotina (Janeiro 1793)
Março de 1793- a Europa dos reis (Áustria, Prússia, Inglaterra, Rússia, Espanha etc.) une-se e ataca a França da Revolucionária, a República parece perdida mas será salva pelos Sans-cullotes e Montanheses.
Outubro de 1793, um governo revolucionário- Comité de Salvação Nacional- dominado por Robespierre instaura um regime de terror (TERROR VERMELHO), suspeitos são perseguidos e mortos e têm vitórias militares.
Golpe de Estado- 9 do Termidor (27 de Julho de 1794)
Robespierre é preso e guilhotinado.
É o fim da 2ª fase da Revolução Francesa que teve um carácter popular.
3ª fase: DIRECTÓRIO
República Burguesa: 1794-1799
Montanheses e Sans-cullotes são perseguidos e mortos ( TERROR BRANCO)
Outubro de 1795- Uma nova Constituição- voto censitário
Directório (5 directores) poder executivo.
Aparecimento de um jovem e talentoso general- NAPOLEÃO BONAPARTE- corso.
É acolhido como um herói e vai fazer um golpe de estado do 18 de Brumário de 1799 (9 de Novembro)
É o FIM da Revolução Francesa que durou 10 anos-17889 a 1799
Começa o período napoleónico
CONSULADO(1799-1804)
IMPÉRIO (1804-1814)
As conquistas da Revolução Francesa e o seu carácter universal.
A LIBERDADE- nomeadamente a liberdade de opinião e de expressão do pensamento.
A IGUALDADE perante a lei
OS DIREITOS DO CIDADÃO
A SOBERANIA POPULAR
SUFRÁGIO UNIVERSAL
DIVISÃO DOS PODERES
ETC.
Universal porque pela sua importância, os seus efeitos vão-se espalhar por todo o mundo.

Sem comentários:

Enviar um comentário